Emília Goulart

Minha foto
Araçatuba, São Paulo, Brazil
Escritora,poetisa, contista,cronista, romancista, artista plástica. Costureira da arte.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

QUAL O PRESENTE?


                 Que presente daremos?
Está chegando o Natal, as preocupações vão adquirir uma leveza compatível com a data. É justo que assim seja, pois o que se anunciava a mais de 2000 anos era a vinda do Salvador. Os três REIS MAGOS não tiveram dúvidas, puseram-se a caminho para entregar ao Menino Redentor, os seus presentes.
Hoje aguardamos um presente ou vários presentes. Tudo depende do poder aquisitivo de cada um, muitos contarão apenas com as sobras de uma mesa farta. Outros aguardarão com ansiedade a última mega-sena do ano, outros ainda, estourarão os cartões de créditos procurando agradar a quem não quer ser agradado com presentes,  mas com  atitudes de respeito e carinho.
Há aqueles, ainda, que derramarão sua saúde em taças e brindarão com veneno a toda velocidade destruindo vidas.
Mas, e o presente? Que presente daremos? Será o presente mais importante que o futuro?
Para um filho, caso o pai tenha posses, dará a moto dos sonhos dele. Aquela dos seus pesadelos. Dará. É Natal,  fechou ótimos negócios e seu filho merece um bom presente. Para o outro, aquela BMW. Puxa vida, você queria tanto ter tido uma na sua juventude! Será um belo presente para ele e para você.    Mas estes são presentes para poucos. Aos nossos o que daremos? Não sei, espero que os meus se contentem com o meu amor e meus amigos com a minha amizade.

Lá na periferia alguém pensou nos mais humildes, convocou pessoas que foram às ruas e pediram brinquedos para as crianças, gesto magnânimo de amor ao próximo. Será ele candidato a algum cargo político? Falou... falou e se esqueceu de cumprimentar O aniversariante.
As crianças saíram satisfeitas com os presentes e com  a fala bonita daquele que vai lhes proporcionar escolas e vida digna.
Nossa,  me esqueci do principal. Talvez você também tenha se esquecido de agradecer ao aniversariante, mas Ele entende, afinal não foi Ele quem nos propiciou tudo isto?
Que presente daremos? Para filhos, netos, pais, avós, amigos e mais amigos, namorados, amantes, esposos... e esposas...pessoas queridas? As ruas estão iluminadas, pesadas sacolas transitam em mãos ocupadas demais para um cumprimento, o simples gesto de um aperto de mão. 
Será que agora podemos depositar nossos fardos no chão e num minuto de leveza cumprimentar e agradecer O aniversariante? E quem sabe pensar num bom presente para Ele? Eu já encontrei.
Darei  a Ele todas as boas ações que eu praticar neste ano e com isto espero ajudar a construir a Paz que  Ele tanto deseja ao mundo.   

Autora Emília Goulart  09/12/2011 –
Membro do Grupo Experimental da AAL ;
Membro da UBE e  da Cia dos blogueiros  


Nenhum comentário:

Postar um comentário